Você pode Realmente ficar Viciado em Chocolate?

Compartilhe

É possível, então, ser realmente viciado em chocolate? De acordo com estudos recentes, o debate sobre o vício do chocolate vem acontecendo entre os cientistas há anos e ainda não chegou a uma conclusão sólida. É reconhecido, porém, que tanto o chocolate quanto o açúcar são classificados como dois dos alimentos mais altamente viciantes.

Você pode Realmente ficar Viciado em Chocolate?

Como eles têm sido os mais problemáticos para os padrões alimentares “viciantes”. Recentemente, também se tornou mais comum tratar os vícios alimentares com métodos semelhantes aos das drogas.

Veja também > O que é Ansiedade Social e quais seus Sintomas

Então você pode ser um “chocólatra?” Talvez, se o seu cérebro e sistema nervoso forem repetidamente afetados pelas substâncias encontradas nos açúcares do chocolate. Pode ser uma expressão divertida de usar, mas o o consumo excessivo de açúcar pode realmente levar a uma variedade de problemas graves de saúde.

Veja quanto açúcar você realmente deve comer em um dia


Ah, docinho. É o que todos nós amamos odiar, mas ainda assim amamos … o suficiente para consumir em grandes quantidades. Nossa relação de amor / ódio com o açúcar seria engraçada se não soasse o alarme entre médicos e nutricionistas.

Você pode Realmente ficar Viciado em Chocolate?

Embora algumas das pesquisas sobre os efeitos do consumo de açúcar possam ser debatidas, uma coisa não é o ser humano consome muito mais do que deveriam.

De acordo com a American Heart Association, as mulheres não devem consumir mais do que 25 gramas de açúcares adicionados por dia, e os homens não devem consumir mais do que 36 gramas ou 9 colheres de chá.

Olha isso aqui > O que são Transtornos de Ansiedade?

Para colocar isso em perspectiva, uma única lata de refrigerante em média contém 39 gramas de açúcar – mais do que a dose diária recomendada para ambos os sexos.

O problema com esses números é que o consumo excessivo de açúcar está associado a uma série de problemas, tornando-se uma epidemia

Há vários estudos que mostram uma relação entre o aumento da ingestão diária de açúcar adicionado e um maior risco de doenças cardiovasculares e metabólicas doenças, incluindo hipertensão, diabetes mellitus e doença do fígado gorduroso. ” E, uma vez que o excesso de açúcares se transforma em gordura, eles também representam um sério desafio para nossos objetivos de perda de peso.

Veja também : Quais são os sinais de uma crise de Meia-idade?


O Ser Humano consome muito açúcar

Açúcares adicionados são geralmente encontrados em alimentos processados ​​e embalados, enquanto os açúcares naturais são intrínsecos ao próprio alimento (como a lactose no leite ou a frutose na fruta). Embora ambos sejam tecnicamente “açúcares”, há uma grande diferença entre comer uma maçã e tomar um refrigerante ou qualquer outra bebida açucarada.

Você pode Realmente ficar Viciado em Chocolate?

A fruta inteira contém fibras, o que retarda a absorção de açúcar enquanto fornece muitos nutrientes. Por outro lado, os açúcares em um refrigerante são absorvidos imediatamente, causando um pico de açúcar no sangue e enviando o pâncreas a um “overdose” de produção de insulina para estabilizar o pico.

Veja também : Como a Dor Emocional afeta seu Corpo

Então, se você está procurando uma maneira de ainda desfrutar de chocolate, mas evitar sintomas “viciantes“, então um bom substituto para quem não vive sem um docinho é escolher o chocolate amargo e evitar as sobremesas à base de chocolate que são acompanhadas por grandes quantidades de gordura e açúcar, ou quem sabe caso você não consiga se livrar do se vício procure ajuda!

Você pode Realmente ficar Viciado em Chocolate?

Veja isso > Você sabe o que é um Colapso Nervoso?

Se você achar que seus sintomas correspondem podem estar relacionados a qualquer tipo de transtorno seja ele emocional, mental ou físico, saiba que há ajuda disponível. Obter ajuda pode parecer difícil no início, mas será um passo na direção certa e valerá a pena no final.

Em todo o caso se você já estiver em tratamento e deseja conversar com alguém sobre o seu problema, o site BetterHelp.com poderá lhe ajuda com pessoas dedicadas a escutar você.

Via > HealthDigest


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

google.com, pub-2805716833148691, DIRECT, f08c47fec0942fa0