CAIXA ECONÔMICA paga benefício de R$ 1 mil para ESTE GRUPO até DEZEMBRO

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta sexta-feira, (28), um benefício de R$ 1 mil para os trabalhadores. O valor se refere ao FGTS Extraordinário, cujo calendário oficial de saques foi concluído no dia 15 de julho

CAIXA ECONÔMICA paga benefício de R$ 1 mil para ESTE GRUPO até DEZEMBRO
CAIXA ECONÔMICA paga benefício de R$ 1 mil para ESTE GRUPO até DEZEMBRO

CAIXA ECONÔMICA paga benefício de R$ 1 mil para ESTE GRUPO até DEZEMBRO. DISPONÍVEIS. (Imagem: FDR)

O benefício de R$ 1 mil ficará disponível para resgates pela Caixa Econômica até o dia 29 de dezembro de 2022. Se por qualquer razão o beneficiário não tiver o interesse de reaver a quantia, ela retornará para as contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Um montante aproximado de R$ 9,2 bilhões ainda não foi resgatado através do benefício de R$ 1 mil. Cerca de 42 milhões de trabalhadores autorizados a fazer o resgate.

O saque extraordinário do FGTS já foi depositado pela Caixa Econômica através da conta poupança social digital do Caixa Tem. A conta é criada automaticamente no aplicativo na titularidade do trabalhador.

Durante o calendário original, não era necessário requerer o acesso ao benefício de R$ 1 mil. Porém, considerando que o cronograma de saques já foi concluído, o trabalhador que ainda tiver o interesse de resgatar os valores deve formalizar a solicitação até o dia 15 de dezembro de 2022

Cabe destacar que, em algumas circunstâncias, o benefício de R$ 1 mil pelo FGTS pode ser bloqueado nas hipóteses de:

  • Garantia de operações de crédito de antecipação do Saque Aniversário;
  • Determinação judicial;
  • Pedido de devolução de valor recolhido pelo empregador;
  • Dados inconsistentes.

Não estarão disponíveis para saque os valores que estiverem bloqueados na conta do FGTS, como garantia de operações de crédito de antecipação do saque-aniversário, por exemplo.

Todo o processo para pedir o saque será informatizado. O trabalhador não precisará ir à agência da Caixa, basta entrar no aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets, e inserir os dados pedidos.

Caso o crédito do benefício de R$ 1 mil tenha sido feito na Poupança Social Digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 15 de dezembro, os recursos serão retornados à conta do FGTS, devidamente corrigidos.

Consulta do benefício de R$ 1 mil pelo FGTS extraordinário

Pelo site do FGTS, é possível saber:

  1. Se o trabalhador tem direito ao Saque Extraordinário do FGTS;
  2. Consultar a data de crédito na Conta Poupança Social Digital.

Já pelo aplicativo FGTS e nas agências da Caixa, é possível:

  1. Consultar o valor a ser creditado;
  2. Consultar a data de crédito na Conta Poupança Social Digital;
  3. Informar que não quer receber o crédito do valor;
  4. Solicitar o retorno do valor creditado para a conta FGTS;
  5. Alteração cadastral para criação de Conta Poupança Social Digital

Via > FDR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *